ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

1ª CORRIDA DE SANT'ANA FAÇA SUA NA SECRETARIA PAROQUIAL

1ª CORRIDA DE SANT'ANA FAÇA SUA NA SECRETARIA PAROQUIAL

.

.

.

.

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

Santos












São Gregório João Barbarigo
1625-1697
Fundou a Congregação
dos Oblatos dos Santos
Prosdócimo e Antonio


18 de junho

São Gregório João Barbarigo
 
Gregório João Barbarigo nasceu em Veneza, no dia 16 de setembro de 1625, numa família rica da aristocracia italiana. Aos quatro anos de idade ficou órfão de mãe, sendo educado pelo pai, que encaminhou os filhos no seguimento de Cristo. Foi tão bem sucedido que Gregório, aos dezoito anos de idade, era secretário do embaixador de Veneza.

Em 1648, acompanhou o embaixador à Alemanha para as negociações do Tratado de Vestefália, referente à Guerra dos Trinta Anos. Na ocasião, conheceu Fábio Chigi, o núncio apostólico, que o orientou nos estudos e o encaminhou para o sacerdócio.

Quando o núncio foi eleito papa, com o nome de Alexandre VII, nomeou Gregório Barbarigo cônego de Pádua; em 1655, prelado da Casa pontifícia e dois anos mais tarde foi consagrado bispo de Bérgamo. Finalmente, em 1660, tornou-se cardeal.

O papa sabia o que estava fazendo, pois as atividades apostólicas de Gregório Barbarigo marcaram profundamente a sua época. Dotou o seminário de Pádua com professores notáveis, provenientes não só da Itália, mas também de outros países da Europa, aparelhando a instituição para o estudo das línguas orientais. E fundou uma imprensa poliglota, uma das melhores que a Itália já teve.

Pôde desenvolver plenamente seu trabalho pastoral, fundando escolas populares e instituições para o ensino da religião, para orientação de pais e educadores. Num período de peste, fez o máximo na dedicação ao próximo. Cuidou para estender a assistência à saúde para mais de treze mil pessoas.

Gregório Barbarigo fundou, ainda, inúmeros seminários, que colocou sob as regras de são Carlos Borromeu, e constituiu a Congregação dos Oblatos dos Santos Prosdócimo e Antônio. Foi um dos grandes pacificadores do seu tempo, intervindo, pessoalmente, nas graves disputas políticas de modo que permanecessem apenas no campo das idéias.

Depois de executar tão exuberante obra reformista, morreu em Pádua no dia 18 de junho de 1697. Foi canonizado por seu conterrâneo, o papa João XXIII, em 1960, que, como afirmou no seu discurso na solenidade, elevou são Gregório João Barbarigo ao posto que ele merecia ocupar na Igreja.



SANTA TEREZINHA 

Francesa, que nasceu em Aliçon 1873, e morreu no ano de 1897. Santa Terezinha não só descobriu no coração da Igreja que sua vocação era o amor, mas sabia que o seu coração – e o de todos nós – foi feito para amar. Terezinha entrou com 15 anos no Mosteiro das Carmelitas, com a autorização do Papa e sua vida passou na humildade, simplicidade e confiança plena em Deus.
Todos os gestos e sacrifícios, do menor ao maior, oferecia a Deus, pela salvação das almas, e na intenção da Igreja. Santa Terezinha do Menino Jesus e da Sagrada Face esteve como criança para o pai, livre igual a um brinquedo aos cuidados do Menino Jesus, e tomada pelo Espírito de amor, que a ensinou a pequena via da infância espiritual. O mais profundo desejo do coração de Terezinha era ter sido missionária “desde a criação do mundo, até a consumação dos séculos”. Sua vida nos deixou como proposta, selada na autobiografia “História de uma alma”, e como intercessora dos missionários sacerdotes e pecadores que não conheciam Jesus, continua ainda hoje, vivendo o Céu, fazendo o bem aos da terra. Proclamada principal padroeira das missões em 1927, padroeira secundária da França em 1944, e Doutora da Igreja, que nos ensina o caminho da santidade pela humildade em 1997, na data do seu centenário. ela mesma testemunha que a primeira palavra que leu sozinha foi: ” céus “; agora a última sua entrada nesta morada, pois exclamou : ” meu Deus, eu vos amo…eu vos amo “.
Novena das Rosas
PARA OBTER QUALQUER GRAÇA ESPIRITUAL OU TEMPORAL
“Farei reverter em proveito de muitos as graças com que Jesus me enriqueceu”. – “Quero passar o meu céu, fazendo bem à terra”. – Farei “cair sobre os homens uma chuva de rosas”.
NOVENA

Rezam-se, diariamente, durante a Novena:
À SANTÍSSIMA TRINDADE
Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, agradeço-Vos todos os favores e todas as graças, com que enriquecestes a alma de vossa serva Terezinha do Menino Jesus, durante os 24 anos que passou na Terra. E pelos méritos de tão querida Santa, concedei – me a graça, que ardentemente Vos peço… (pedir a graça)… Envia – me uma rosa como sinal de que alcancei a graça pedida, se for conforme a vossa santíssima vontade e para o bem de minha alma.
Reza-se em seguida 24 Glórias ao Pai
podendo-se acrescentar, a cada Glória, a jaculatória:


”Santa Terezinha do menino Jesus, rogai por nós!”

Nota: A rosa é um sinal de que a graça pedida será concedida pela intercessão de Santa Terezinha durante a novena. A legião de amigos de Santa Terezinha costumar rezar a novena de 09 a 17 de cada mês, mas pode ser começada em qualquer outro dia do mês durante nove dias.