ACÓLITOS DA PARÓQUIA SANT'ANA - COORDENAÇÃO CARLOS DANIEL

ACÓLITOS DA PARÓQUIA SANT'ANA - COORDENAÇÃO CARLOS DANIEL

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

QUAL O SIGNIFICADO DA OITAVA DO NATAL?


Entre os dias 25 de dezembro e 1º de janeiro a Igreja celebra a Oitava do Natal, ou seja, nesses oito dias vive-se a exultação da grande Festa do Nascimento de Jesus como um dia só.

Significa que durante oito dias a liturgia revive o mistério da Festa e, no oitavo dia, esse mistério é fortemente relembrado e celebrado. Por ocasião do Natal essa Oitava é chamada de Santa Mãe de Deus, Maria. Ocorre sempre no dia primeiro de janeiro de cada ano, Dia Universal da Paz, significativa data cívica que a Igreja endossa, pois a mensagem central de Natal é “paz na terra aos homens que Deus ama” (Lc 2, 14).

Oitava tem dois sentidos no uso litúrgico cristão. No primeiro, é o oitavo dia após uma festa, inclusivamente, de forma que o dia sempre caia no mesmo dia da semana que a festa original. A palavra é derivada do latim octava (oitavo), com “dies” subentendido. O termo é também aplicado para todo o período de oito dias, durante o qual as ditas festas passam a ser observadas também.

NOSSA AFETUOSA GRATIDÃO AOS SALVATORIANOS DA PARÓQUIA SANT'ANA

No decorrer deste ano, 2015, muito temos a agradecer: pelos amigos que fizemos, pela família, pela saúde, pelos irmãos que a nós se achegaram, pelas pastorais, movimentos e comunidades da Paróquia Sant'Ana.

No entanto, nesta postagem, queremos agradecer de forma especial e de todo coração aqueles que ao longo deste ano souberam, com exímia sabedoria, guiar o rebanho de Cristo: Padre Charles, Padre James, Padre José Carlos e Irmão Paulo - Os Salvatorianos. Homens que doaram suas vidas em prol do Reino de Deus, chamados a anunciar a Palavra Sagrada, a pastorear o rebanho, a conduzir o povo rumo à terra prometida, uma terra que emana leite e mel. 

Em cada Missa, sentimos a presença viva do Salvador através da Mesa da Palavra e da Mesa da Eucaristia, pão e vinho consagrados pelas mãos que um dia foram ungidas para este fim, abençoar e consagrar. As homilias, remédios benéficos para os corações amargurados e uma dose de alegria para os corações felizes, foram ao longo deste ano luzes para o caminho de muitos que pensaram em desistir da vida, bênçãos a curar os enfermos e bálsamo a fortalecer as famílias.

E eles sempre lá, conduzindo o rebanho, batizando, crismando, ungindo os doentes, realizando a primeira eucaristia de centenas de jovens e adultos, fortalecendo a fé dos vários grupos de jovens, animando as comunidades, pastorais e movimentos, celebrando matrimônios, realizando formação bíblica, tudo isso incansavelmente. Claro que a fadiga às vezes bate à porta, é inevitável, pois são dezenas de comunidades rurais e urbanas para visitarem e celebrarem, são viagens a longínquos lugares para evangelização, são três paróquias para servir (Paróquia Sant'Ana, Paróquia São José, Paróquia Santa Luzia), mas o ardor da missão vence o cansaço, e o Divino Salvador se faz presença viva através de seus testemunhos de vida. Os frutos, com certeza, estão sendo e serão ainda mais abundantes.

Queremos, assim, render graças a Deus pela vida dos nossos Sacerdotes e Irmão, com votos de gratidão eterna.

Pastoral da Comunicação - P@SCOM.


PADRE CÍCERO CHARLES ALVES V. DOS SANTOS
 
























PADRE JAMES WILSON JANUÁRIO DE OLIVEIRA
















PADRE JOSÉ CARLOS DA SILVA


Adicionar legenda











IRMÃO PAULO VICENÇOTI