PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

quarta-feira, 12 de junho de 2013

A DEVOÇÃO AO CORAÇÃO



 Dom Redovino Rizzardo
Bispo de Dourados (MS)

A devoção ao Sagrado Coração de Jesus vai muito além do que poderia parecer à primeira vista. Para quem se contenta com as aparências e fica na superficialidade, talvez pareça suficiente usar a fita do Apostolado da Oração e comungar nas primeiras sextas-feiras de nove meses seguidos.

Mas não é bem assim. Quando corretamente entendido, o culto ao Coração de Jesus constitui o centro e o cume da vida cristã. Pode-se até dizer que, quem encontrou seu sentido e valor, muda radicalmente sua maneira de encarar a vida, e entra numa dimensão onde a liberdade, a paz, o amor e a alegria passam a constituir o seu “pão de cada dia”.

O motivo é simples: ao receber esse dom, ele descobre que o Coração de Jesus é uma “fornalha ardente de caridade, cheio de bondade e de amor”, como rezam as Ladainhas compostas em sua homenagem. Elas refletem a experiência mais importante que um ser humano pode fazer, assim descrita por um antigo salmista: «Deus é indulgente e favorável, paciente, bondoso e compassivo. Não fica sempre repetindo as suas queixas, nem guarda eternamente a sua mágoa. Não nos trata como exigem as nossas faltas, nem nos pune segundo as nossas culpas. Quanto o céu se eleva por sobre a terra, tanto é grande seu amor por aqueles que o buscam. Quanto dista o nascente do poente, tanto afasta para longe de nós os nossos crimes. Como um pai se compadece de seus filhos, ele tem compaixão dos que o procuram. Pois ele sabe de que barro somos feitos e sempre se lembra do pó que somos todos» (Sl 103, 8-14).

Mas, para acolher e saborear essa estupenda realidade, o caminho mais curto, para não dizer único, passa pelos irmãos que Deus coloca ao nosso lado, aproximando-nos de cada um e tratando-o como ele o faz em relação a nós. É o que acontece quando dizemos, mais com atitudes do que com palavras, a todos os que nos procuram em busca de compreensão e apoio: «Venham a mim, todos vocês que estão cansados de carregar o peso do seu fardo, e eu lhes darei descanso!» (Mt 11,28). Seremos confortados e aliviados de nossos pesos na mesma medida em que ajudarmos os nossos semelhantes a carregarem os seus fardos.

Quanto mais pura e profunda for sua comunhão com o próximo, maior é chance que o homem tem para chegar a Deus. Não há dúvida: a oração lhe fortalece o espírito e a penitência lhe purifica a alma. Mas somente o amor a quem caminha com ele o fará alcançar diretamente o coração de Deus.

Deus faz de cada um de seus filhos um “anjo da guarda”. À pergunta de Caim: «Sou eu o guarda do meu irmão?» (Gn 4,9), a única resposta possível é “sim!”. É por isso que os devotos do Sagrado Coração de Jesus se distinguem por estarem presentes em todas as iniciativas destinadas a buscar e promover a quem se encontra à margem da Igreja e da sociedade. Com seus gestos de benevolência, oferecem a Jesus a alegria de realizar a missão que o trouxe ao mundo: «Prefiro a misericórdia ao sacrifício, pois não vim para chamar os justos, mas os pecadores» (Mt 9,9).

A misericórdia foi sempre a força que sustentou o Papa Francisco desde a sua juventude, como revelou no primeiro “Ângelus” que rezou com o povo, no domingo, dia 17 de março de 2013: «O rosto de Deus é de um pai misericordioso, um pai que tem sempre paciência para conosco. Paciência que é misericórdia, que nos compreende, nos espera e nunca se cansa de nos perdoar se soubermos voltar a ele de coração contrito. “Grande é a misericórdia do Senhor”, diz o Salmo. A misericórdia muda tudo, muda o mundo. Um pouco de misericórdia torna o mundo menos frio e mais justo. Precisamos compreender essa misericórdia de Deus, este pai misericordioso, que tem tanta paciência... Lembremos o profeta Isaías: ele afirma que, mesmo se os nossos pecados fossem vermelhos, o amor de Deus os tornará brancos como a neve. Ele nunca se cansa de perdoar. Somos nós que, às vezes, nos cansamos de pedir perdão. Aprendamos, nós também, a sermos misericordisos com todos».

Não foi por nada que, ao ser eleito papa, ele conservou o mesmo lema que escolhera no dia de sua ordenação episcopal: “Miserando atque eligendo”. Descobriu-o na conversão e vocação de Mateus: ao invés de julgá-lo e condená-lo, Jesus “teve compaixão dele e o escolheu”. É sempre assim que Deus se relaciona com seus filhos...

Edições CNBB

edicoescnbb_165x189

terça-feira, 11 de junho de 2013

PASTORAL DA CATEQUESE REALIZA ENCONTRO DE FORMAÇÃO




A Coordenadora da Catequese Paroquial, Dida, realizou no fim de semana, domingo, um encontro de formação catequética para catequistas da nossa paróquia. O repasse é fruto do encontro diocesano realizado em Barreirinha. 

O assunto abordou aspectos relevantes para a dinamização da catequese, como entrosamento entre catequistas e catequizandos, pedagogia mais planejada, a fim de que o encontro não se torne rotineiro e testemunho de vida do catequista.

Devido o avanço do tempo, visto que o encontro estava acontecendo na Igreja Matriz, prestes a inicar a Santa Missa, a coordenadora resolveu fazer o repasse em duas etapas, ficando a outra para o dia 1º de julho, no Centro de Formação Padre Jordan.


quinta-feira, 6 de junho de 2013

REGIONAL NORDESTE 5 DA CNBB REALIZA 17º ASSEMBLEIA REGIONAL D PASTORAL

E-mail Imprimir PDF


nordeste5050613


Teve início na noite de segunda-feira, dia 03 de junho, a 17ª Assembleia Regional de Pastoral da CNBB-MA. O evento iniciou com a Santa Missa na Paróquia Santo Antônio, onde estavam reunidos todos os bispos e delegados representantes das 12 dioceses do Maranhão.

As atividades acontecem no Sítio dos Padres, em Santa Inês, diocese de Viana. O presidente do Regional NE5 (Maranhão) da CNBB, dom Gilberto Pastana, destacou que “é preciso dar continuidade a Assembleia passada, realizada em Caxias, onde fora aprovado o Plano Regional de Pastoral e salientou que é necessário ajustar, rever e perceber os desafios deste plano.”

O coordenador das atividades do primeiro dia, padre Nadir Luis, ressaltou que um dos objetivos principais da 17ª Assembleia Regional é avaliar a caminhada a partir do confronto entre o plano de pastoral do regional e os planos diocesanos.

No dia 04 de junho, na parte da manhã foram feitos trabalhos em grupo para complementações à síntese da avaliação das prioridades regionais feita pelas dioceses e na parte da tarde foram apresentadas experiências pastorais realizadas nas dioceses de Balsas, Bacabal, Brejo, Coroatá, Carolina, Viana e pela Pastoral da Criança do regional.

Em seguida o Subsecretário Adjunto de Pastoral da CNBB, padre Francisco de Assis Wloch, fez uma análise da conjuntura eclesial, acentuando a importância da igreja ir até as pessoas e as comunidades, conscientizando-as para serem protagonistas do próprio caminho e a assumirem com maior entusiasmo a sua fé e seu compromisso. O assessor retomou o Evangelium Nuntiandi, número 19, em que o Papa Paulo VI apresenta o conceito de evangelização.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

PARÓQUIA SANT'ANA RECEBE RELÍQUIA DE PADRE JORDAN

RELÍQUIA E IMAGEM DE PADRE JORDAN

A Paróquia Sant’Ana recebeu hoje, 02 de junho, com a Santa Missa, a Relíquia do Padre Francisco Maria da Cruz Jordan, fundador da Família Salvatoriana, formada por Padres, Irmãos, Irmãs, Leigos e Leigas Salvatorianas. 

A Missa para a acolhida do relicário aconteceu às 19h, na Igreja Matriz, foi presidida pelo Provincial Salvatoriano, Padre Nelson Barbieri e concelebrada pelo Pároco – Padre Álvaro Macagnan, Padre Sidney e Padre Diógenes. Estiveram presentes, auxiliando na organização da celebração, as irmãs salvatorianas de Duque Bacelar. 

A acolhida inicial foi realizada pela Irmã Salvatoriana, Terezinha Fontana, que fez uma breve explanação para a entronização da relíquia, conduzida pelas mãos da Irmã Maris Bolzan - Coordenadora Provincial das Irmãs do Divino Salvador – Província Santa Catarina; a imagem de Padre Jordan foi conduzida pelas mãos do Coordenador dos Leigos Salvatorianos, de Coelho Neto, Sr. Valdimar.

O Santo Evangelho foi lido por Padre Álvaro e a homilia realizada pelo Padre Sidney. Em sua reflexão, o padre abordou a identidade salvatoriana e fez um breve relato da história de vida e missão de Pe. Jordan, bem como seu processo de beatificação.

No final da celebração, Padre Nelson agradeceu a comunidade pela receptividade, apresentou os ramos da Família Salvatoriana, constituída por Padres, Irmãos(ãs) e Leigos(as), convocou para o presbitério todos os salvatorianos presentes e por fim, chamou Ronaldo Oliveira, representando a comunidade reunida e entregou-lhe a Relíquia, num gesto de unidade.

COMENTARISTA IRMÃ TEREZINHA FONTANA
LEIGOS E LEIGAS SALVATORIANOS(AS)
INÍCIO DA CELEBRAÇÃO - PE. NELSON, PE.SIDNEY, PE. ÁLVARO, PE.DIÓGENES
ENTRONIZAÇÃO DA IMAGEM E RELÍQUIA DE PE. JORDAN
APRESENTAÇÃO DA IMAGEM E RELÍQUIA - IRMÃ MARIS, VALDIMA E PE. DIÓGENES

PRIMEIRA LEITURA - IRMÃO PAULO
CANTO DE MEDITAÇÃO - RONALDO OLIVEIRA
SEGUNDA LEITURA - IRMÃ MARISTELA
PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO - PADRE ÁLVARO
HOMILIA - PADRE SIDNEY
PRECES - LEIGOS E LEIGAS SALVATORIANOS
LITURGIA EUCARISTICA
PADRE NELSON BARBIERI
RONALDO OLIVEIRA E A RELÍQUIA DE PADRE JORDAN


domingo, 2 de junho de 2013

Primeiro Nordestão de Animação Bíblico-Catequética


          
Os coordenadores e bispos referenciais das Comissões Regionais NE1, NE2, NE3, NE4 e NE5 de Pastoral para Animação Bíblico-Catequética, em sintonia com NOVAS DIRETRIZES GERAIS DA AÇÃO EVANGELIZADORA DA IGREJA NO BRASIL (DGAE) (2011-2015) que aborda duas urgências da nossa comissão “Igreja, casa da iniciação à vida cristãe Igreja, lugar de animação bíblica da vida e da pastoral”, tem a alegria de informar que através do “I Nordestão de Animação Bíblico-Catequética” irá iniciar um aprofundamento maior sobre a iniciação a vida cristã.
Enquanto Nordestão, gostaríamos de celebrar e partilhar essa caminhada estimulada pelo desejo de unir todos os cinco regionais do nordeste para juntos refletirmos sobre a formação de nossos catequistas. Portanto, assumimos a realização do I NORDESTÃO DE ANIMAÇÃO BÍBLICO-CATEQUÉTICA, com o tema OS DESAFIOS PARA A TRANSMISSÃO DA FÉ a ser realizado de 15 a 17 de novembro de 2013, em Maceió-AL.
Irá assessorar o PRIMEIRO NORDESTÃO o Padre Luiz Alves de Lima, colaborador em muitos documentos da CNBB (coordenador de redação do Diretório Nacional de Catequese). Membro do Grupo de Reflexão Bíblico-Catequética da CNBB (GREBICAT), membro do grupo de "experts" da Secção de Catequese da Conferência Episcopal Latino Americana (CELAM), presidente da Sociedade Brasileira de Catequetas, foi escolhido como PERITO para representar a América Latina na área da catequese e da Iniciação Cristã sendo nomeado pelo Secretário Geral do Sínodo dos Bispos com a autorização do Sumo Pontífice para participar da XIII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, que aconteceu no Vaticano entre os dias 7 e 28 de outubro de 2012, com o tema “A nova evangelização para a transmissão da fé cristã”.
Esse congresso terá como objetivos principais:
- Celebrar o caminho catequético;
- Partilhar as nossas experiências respondendo aos desafios para a transmissão da fé;
- Intensificar a nossa convivência fraterna como caminho de unidade em nossa igreja.
Maiores informações com as coordenações regionais:
NE 1 – Maria Erivan Ferreira da Silva     
erivanfsilva@hotmail.com
NE 2 – Pe. Elison Silva dos Santos
catequeseregionalnordeste2@gmail.com
 NE 3 – Ir. Luciene Macedo                         
lucatequista@gmail.com
NE 4 – Ir. Maria das Graças Sabino          
mgsabino2011@gmail.com
NE 5 – Joana Meneses Mendes               
joanamm@terra.com.br
Comunicação Joseilton Luz                       nordestaodecatequese@gmail.com



Regionais
Nordeste 1 – Ceará
Nordeste 2 – Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte
Nordeste 3 – Bahia e Sergipe
Nordeste 4 – Piauí
Nordeste 5 – Maranhão