ACÓLITOS DA PARÓQUIA SANT'ANA - COORDENAÇÃO CARLOS DANIEL

ACÓLITOS DA PARÓQUIA SANT'ANA - COORDENAÇÃO CARLOS DANIEL

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

quinta-feira, 28 de junho de 2012

CONSELHO PAROQUIAL REALZA MAIS UM ARRAIAL

Como em todos os anos a Paróquia Sant'Ana realizou, dia 24 de junho, mais um Arraial comemorando, assim, o período das festas juninas.

A coordenadora da Catequese, Dida, ficou encarregada da organização e mobilizou outras pastorais e movimentos para que cooperassem nas atividades. Padre Álvaro, como sempre, dando total apoio.

Para animar e abrilhantar a noite, foram convidados o sanfoneiro de Duque Bacelar, Sr. Zequinha e sua comitiva de tocadores e a quadrilha Cheira, cheira de Coelho Neto. Também estiveram presentes as Irmãs Terezinha Bianchet e Terezinha Fontana, ambas salvatorianas, em missão na cidade de Duque Bacelar.
 
Pároco - Padre Álvaro
Turma do Projeto PAE cuidando do lanche
Geraldo Tavares
Senhor Zequinha e banda
Irmãs Terezinha Bianchet e Terezinha Fontana
Cristiane e Joãozinho
Irmão Paulo e Claudia
Padre Álvaro, Irmã Terezinha Bianchet, Irmão Terezinha Fontana e Padre Divino (chapéu)
Quadrilha Cheira, cheira
Janaína e Dona Graça
Sr. Pereira e Dona Jesus
Eliane, Rosinete e Francinete
Sheila, vice-coordenadora da Liturgia, com sua mãe
Isabel e Francisco
Dida e Luís - só felicidade
Quadrilha dos paroquianos

terça-feira, 26 de junho de 2012

NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO

 
Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, ou Santa Maria do Perpétuo Socorro. O seu quadro é o mais conhecido em todo o mundo.

Durante três séculos, o quadro foi venerado na Igreja de S. Mateus, na Via Merulana, ao cuidado dos frades Agostinianos. Gastos pelo tempo, terá sido repintado pela escola italiana, no séc. XVIII. A Igreja situava-se não muito longe donde está, hoje, a Igreja de Santo Afonso. Quando o exército de Napoleão destruiu aquela, em 1798, o quadro desapareceu por uns 70 anos.

Em 1863, um sermão do jesuíta Pe. Blosi, despertou na cidade a lembrança do antigo quadro. O jovem Redentorista Pe. Marchi, que o conhecera na infância, informou o Superior Geral dos Missionários Redentorista, Pe. Mauron, a cuja residência pertencia a igreja de Santo Afonso.

Por mandato do Papa Pio IX o quadro foi levado para esta Igreja. Restaurado pelo pintor polaco Nowotny, foi, de novo, dedicado ao culto a 26 de abril de 1866. Segundo a tradição, o Papa Pio IX disse aos Redentoristas: “Fazei que Nossa Senhora do Perpétuo Socorro seja conhecida e venerada em todo o mundo“. Assim aconteceu. Em 1994, o quadro foi examinado com as técnicas mais modernas e restaurado pelos especialistas do museu do Vaticano.

SIGNIFICADO: O quadro pertence aos íconos da Virgem Maria denominados “Virgem da Paixão“. O fundo em ouro é símbolo do Paraíso, onde a Virgem triunfa. Maria, ligeiramente inclinada para o Menino, em atitude tema, olha para os fiéis, oferecendo-lhes o Socorro, o Seu Filho. Na fronte de Maria, sobre o véu brilha a estrela de Belém: Ela leva-nos a Jesus. À direita de Maria, o Arcanjo S. Miguel mostra a lança e a esponja da Paixão de Cristo; à sua esquerda, o Arcanjo S. Rafael mostra a cruz de 3 braços, à maneira da Europa Oriental; o Menino Jesus, assustado à vista dos instrumentos da Sua futura Paixão, corre para o colo da Mãe, enlaçando as mãozinhas na sua mão direita.

No fundo do quadro aparecem várias abreviaturas gregas: de ambos os lados da cabeça de MAria: “Mãe de Deus“; à sua direita: “O Arcanjo Miguel“; à sua esquerda: “O Arcanjo Rafael“; e ao lado do menino Jesus: “Jesus Cristo”.

“Como o Menino Jesus que admiramos no venerando quadro, também nós queremos apertar a vossa mão direita. Não vos faltam nem poder nem bondade para nos socorrer. A hora atual é a vossa hora! Vinde, pois, em nossa ajuda, ó Mãe do Perpétuo Socorro. Amen” (João Paulo II)

ORAÇÃO A NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO:

Ó Senhora do Perpétuo Socorro, mostrai-nos que sois verdadeiramente nossa Mãe obtendo-me o seguinte benefício: (faz-se o pedido) e a graça de usar dela para a glória de Deus e a salvação de minha alma.
 
Ó glorioso Santo Afonso, que por vossa confiança na bem-aventurada Virgem conseguistes tantos favores e tão perfeitamente provastes, em vossos admiráveis escritos, que todas as graças nos vêm de Deus pela intercessão de Maria, alcançai-me a mais terna confiança para com nossa Mãe do Perpétuo Socorro e rogai-lhe, com instância, me conceda o favor que reclamo de seu poder e bondade maternal.
 
Eterno Pai, em nome de Jesus e pela intercessão de nossa Mãe do Perpétuo Socorro e de Santo Afonso, peço-vos me atendais para vossa glória e bem da minha alma. Amém. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, 
rogai por nós.