PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

sábado, 7 de junho de 2014

JUNHO - MÊS SALVATORIANO

 
PARÓQUIA SANT'ANA, COELHO NETO-MA, ASSISTIDA PELOS MISSIONÁRIOS SALVATORIANOS PADRE CHARLES, PADRE JAMES OLIVEIRA, PADRE JOSÉ CARLOS, IRMÃO PAULO
 
O mês de junho também é muito especial para a Família Salvatoriana. No dia 16, recorda-se o nascimento de Padre Jordan, o fundador dessa grande família e, por isso, este mês foi escolhido para ser o Mês Salvatoriano.
 
A cada ano, no Mês Salvatoriano, podemos aprofundar aspectos da vida, do carisma, da espiritualidade e da missão que Padre Jordan nos deixou como herança. Para 2014, o tema escolhido é: “Padre Jordan e a Dignidade Humana” e o lema: “Dignidade Humana: ser e estar com o outro e para o outro”. As reflexões deste Mês Salvatoriano pretendem estar intimamente ligadas à Campanha da Fraternidade, que nos convidou a refletir sobre a triste realidade do tráfico humano e da exploração das pessoas em nossa sociedade.
 
Todos nós, adultos, crianças, jovens e idosos precisamos resgatar em nossos corações, em nossas mentes, em nossas palavras e em nossos posicionamentos o valor da dignidade humana.
 
É importante nos darmos conta de que para além de nós existe o outro, que, como nós, também merece e tem o direito de ser amado, respeitado e valorizado.
 
Padre Jordan assim dizia: “Cada um tem seus defeitos, uns mais, outros menos. O amor não exclui ninguém”. Dignidade é inclusão, acolhimento, valorização do outro.
 
Para que esta dignidade se concretize, precisamos lutar em todos os espaços de nossa sociedade (escola, família, política, trabalho, igreja) pelos valores da liberdade, da igualdade, da justiça, da paz e, principalmente, a efetivação dos direitos básicos de cada ser humano: moradia, saúde, educação, alimentação, lazer, segurança, trabalho.
 
O Papa Francisco, ao falar da dignidade de cada ser humano, assegura que “para Deus não somos números; somos importantes, antes somos o que Ele tem de mais importante; apesar de pecadores, somos aquilo que Lhe está mais a peito”.
 
Temos um papel muito importante na concretização deste mundo melhor que queremos. Um mundo com dignidade, onde podemos e devemos conviver, aprender, fazer, crer, ser e estar com os outros e para os outros.
 
Padre Jordan, fundador da Família Salvatoriana, em seu tempo, em sua realidade social, cultural e religiosa procurou testemunhar o valor da dignidade humana. Portanto, cabe a nós, em nosso tempo, em nossos espaços, fazer valer e defender esta dignidade da qual nós e nossos semelhantes somos portadores.
 
Assim, desejamos que juntos possamos viver este significativo e abençoado mês, crescendo ainda mais em nosso processo de humanização e busca da dignidade de vida para todos.
 
Que o amor do Divino Salvador conduza nossos passos e nos ensine a ser solidários, a valorizar a vida e a reconhecer em nosso próximo a extensão de nós mesmos e a imagem de Deus.
 
Fonte: Serviço de Pastoral Escolar
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário