PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

sábado, 23 de maio de 2015

SEGUNDO DIA DA SEMANA MISSIONÁRIA INICIA COM PALESTRA DE PADRE JAMES-sds

Hoje foi mais um dia de missão no Teatro Municipal da nossa cidade. A satisfação de todos nós paroquianos, desde o primeiro dia, é visível.
 
O encontro teve início com mantras, orações, ladainhas e acolhimento do Círio Pascal, da Cruz Missionária, do banner contendo o objetivo das Santas Missões Populares e a bandeira da Padroeira das Missões - Santa Terezinha. Posteriormente, foi conduzido o momento de animação com músicas missionárias e a dinâmica de apresentação dos representantes das comunidades paroquiais de Coelho Neto e demais paróquias da Diocese de Brejo-MA.
 
Em seguida, a acolhida da Palavra de Deus seguida da homilia do Padre James Oliveira-sds. Após a reflexão do Evangelho o padre comentou sobre a festa pela qual passa a Igreja Católica - a beatificação de Dom Oscar Arnulfo Romero (ex-bispo de El Salvador). Em slides, o padre evidenciou a trajetória do Bispo, que deu a vida pelo seu povo.
 
A seguir, Padre James Oliveira deu início à palestra com o tema: Discípulos missionários para o mundo todo - Uma espiritualidade missionária a partir do Documento de Aparecida.
 
"O que é ser discípulos missionários? Às vezes, as pessoas têm ideias "monumentais". Não são as ideias que nos tornam cristãos, é o encontro com uma pessoa que dá um novo horizonte às nossas vidas: Jesus Cristo. Por isso, não é a água que o padre joga sobre a cabeça do batizado que o faz cristão, porque se fizesse o mundo estaria salvo, mas no dia a dia cadê o povo batizado? Cadê o povo das Primeiras Eucaristias? Cadê o povo das Crismas? Esse encontro não pode nos deixar da mesma forma, temos que mudar. Isso é uma chamada de atenção para nós. Será que já conhecemos Jesus?  É a partir desse encontro que vamos iniciar nossa vida como cristãos. O que me garante a salvação é o encontro pessoal com Cristo. Cada um de nós tem que fazer esse encontro.
 
O que é que toca os corações? A Palavra de Jesus. Olhem a vida dos primeiros apóstolos, eles não conheceram Jesus quando eram crianças, conheceram-no adulto, a partir daí tiveram suas vidas totalmente transformadas, porque não existe momento para esse encontro. Qual é, então, o primeiro passo? O primeiro passo é o encontro com Jesus, o ressuscitado. Paulo nunca andou com o Mestre, como ele mesmo disse "Eu não o conheci, foi o ressuscitado que apareceu para mim". Esse é que é o nosso alento, porque é o ressuscitado no meio de nós que nos dá uma nova esperança. Citou também, como exemplo, a narrativa dos discípulos de Emaús, que ainda não haviam feito a experiência com Jesus. O ideal do Filho de Deus era a partilha, continuar vivo no coração dos homens. Depois de esses discípulos terem feito a experiência com o ressuscitado correm e seguem para Jerusalém, já não têm mais medo. O maior inimigo do ser humano é a morte, o último inimigo a ser vencido e só a vence quem, de fato, faz o encontro com Cristo. Os discípulos romperam o medo da morte e começaram a, realmente, serem discípulos missionários. O que é ser discípulo? É colocar-se a serviço. Lembro-me agora de Santo Agostinho, que disse "Durante o dia eu falo de Deus para os homens, durante à noite eu falo dos homens para Deus". Jesus foi obediente, por isso não desistiu da missão, ele morreu na cruz por causa dessa obediência.
 
Dom Romero foi assassinado porque mexeu com os poderosos, Jesus agiu na liberdade, eu dou minha, ninguém a tira. No momento que Cristo sobe aos céus e envia o Espírito Santo é com a ação desse espírito que os discípulos começam a pregação da Boa Nova. Quem é o verdadeiro protagonista da missão? O Espírito Santo. É a trindade que faz a missão acontecer. Esse é o primeiro ponto a termos clareza. Pergunte-se: Qual é o meu papel na missão? Viemos aqui para testemunhar a Palavra de Deus. O que essa Palavra produziu em mim? O encontro pessoal com o ressuscitado traz alegria aos corações. Cristão que apenas se lamenta, que é incapaz de sorrir, não conhece o ressuscitado. A maioria do povo que está na Igreja está triste. Deveríamos ter todos os motivos para sermos felizes, pois temos a convicção da ressurreição.
 
A missão diz respeito ao que Deus é. Ninguém faz missão, a missão se vive, não é o que eu faço, é como eu vivo que diz se eu sou ou não missionário. Santa Terezinha nunca saiu do Carmelo, mas fez missão, porque missão não se faz, se vive. Anunciar o Evangelho é promover a vida de quem a tem negada. Fomos enviados para defendermos e promovermos a vida.  O testemunho de vida é que toca os corações das pessoas. Missão e testemunho não se separam. Missão é vida."
(Padre James Oliveira-sds).

Este segundo dia foi finalizado com a celebração penitencial presidida pelo Padre James Oliveira.
 
 



















































APOIO DA SAMU







 





















Contribuição das fotos desta postagem: Ana Lourdes Silveira

Fonte: PASCOM - PASTORAL DA COMUNICAÇÃO
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário