ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

quinta-feira, 5 de abril de 2012

DIOCESE DE BREJO RECEBE SÍMBOLOS DA JMJ EM COELHO NETO

“No peito eu levo uma Cruz e no meu coração o que disse Jesus”

Na manhã do dia 3 de abril a cidade de Coelho Neto viveu momentos de fé e de muita esperança, na expectativa de acolher a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora, símbolos da Jornada Mundial da Juventude.

A Diocese de Brejo, que tem como Bispo – Dom José Valdeci, foi a segunda diocese do Maranhão a receber os símbolos da JMJ. A Paróquia Sant’Ana, de Coelho Neto, a primeira paróquia da diocese a acolhê-los.

O evento em nossa cidade foi preparado há meses pela Pastoral da Juventude, pelo Coordenador Diocesano da PJ, Albertino, com o apoio de vários movimentos e pastorais da Paróquia Sant’Ana, dentre os quais Focolares, Renovação Carismática Católica, Pastoral Catequética e Vicentinos.

A concentração para acolhida dos símbolos aconteceu no Itapirema, às 6h, com a presença marcante de todo o povo de Deus, do Bispo Dom José Valdeci e dos missionários salvatorianos: Pároco - Padre Álvaro Macagnan, Pe. José Carlos (Pároco de Afonso Cunha), Paulo Vicençoti (Irmão Salvatoriano), Pe. Nelson Barbieri (Superior Provincial) e Pe. Jair Carlesso (Conselheiro Provincial). Para possibilitar um clima de espiritualidade, Ronaldo Oliveira (responsável pelo Setor Juventude da Diocese de Brejo) dirigiu os momentos de orações, louvores e o ofício divino da juventude, entremeados com canções próprias para o momento. O Bispo Dom José Valdeci, com o espírito jovem que lhe é peculiar, colaborou na condução de boa parte das canções, entre elas “Deixe-me ser jovem, não me impeça de lutar, pois a vida nos convida a uma missão realizar”.  Dirigiu, também, uma mensagem a todos os presentes sobre o significado e a importância da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora que vão percorrer a maior parte das dioceses do Brasil, em preparação à JMJ 2013.

Às 8h, Cruz e Ícone se firmaram em solo coelhonetense. Um misto de emoção e curiosidade tomou conta de todos. Os símbolos foram recepcionados pelo Bispo Diocesano, Dom José Valdeci, pelo Pároco Pe. Álvaro Macagnan, pelos jovens do movimento Bote Fé da Paróquia Sant’Ana e por uma multidão de pessoas. Ambos vieram transladados pelo bispo da Diocese de Caxias, Dom Vilson Basso, que em ato solene passou às mãos de Dom Valdeci uma cruz peitoral representando a JMJ, e uma pasta contendo os documentos e o livro ata do Vaticano onde serão relatados os acontecimentos vivenciados no itinerário dos símbolos pela Diocese de Brejo, nos dias 3 e 4 de abril. “É com grande júbilo, que hoje recebemos a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora, símbolos da JMJ, vindos para nossa diocese para servir de união e de crescimento espiritual de nossos jovens”, disse Dom José Valdeci.

Ainda no Itapirema, Dom Valdeci realizou uma Celebração de Acolhida da Cruz e do Ícone, levando todas as pessoas a refletirem sobre o significado da Cruz em suas vidas, lembrando que ela é um sinal de vitória e não de derrota. Da mesma forma, advertiu aos presentes que a Cruz Peregrina foi dada aos Jovens pelo Beato João Paulo II em 1984 para acompanhar a preparação das JMJs e a partir de 2003, o Ícone de Nossa Senhora juntou-se à Cruz nessa peregrinação. Posteriormente, o bispo incensou os símbolos e proclamou a Leitura Bíblica: Mt 10, 37-39 – “Quem ama pai ou mãe mais do que a mim, não é digno de mim. E quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim. Quem buscar sua vida a perderá e quem perder sua vida por causa de mim a encontrará.”

Em caminhada, cruz e ícone seguiram rumo à Quadra de Esportes Uiran Sousa, conduzidos por alunos das escolas municipais, estaduais e particulares, com paradas programadas, as quais seguem:

1ª Itapirema
Escola José Barreto
2ª Fórum de Justiça
Escola Magno Bacelar
3ª Casa de Saúde e Maternidade
Escola Santana
4ª Delegacia de Polícia
Escola Justino Bastos
5ª Escola Coelho Neto
Escola Benedito Duarte
6ª Balão
Escola Maria Regueira
7ª INSS/Praça João Santos
Escola Santa Úrsula
8ª Igreja Matriz
Centro de Ensino José Sarney
9ª Prefeitura/Centro de Ensino
Escola Sarney
10ª Ginásio Uiran Sousa
Grupos de Juventude da Paróquia

A chegada na quadra de esportes foi bastante efusiva, todo o povo presente acolheu os símbolos com louvor e orações. O pároco Pe. Álvaro, juntamente com pessoas da comunidade, conduziu a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora aos locais devidamente preparados e ornamentados. A animação no local contou com a colaboração de membros da Renovação Carismática Católica e do Movimento dos Focolares.

Dom Valdeci mais uma vez entoou a música “Deixe-me ser jovem”, acolhendo com entusiasmo os símbolos, conclamando todos a repetirem a estrofe em uma só voz e um só coração. Em seguida disse: “Temos imensa alegria de acompanhar a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora. Maria, que foi escolhida para ser a Mãe do Salvador, quer interceder por nós e ajudar os jovens a encontrar Cristo. Diante das ameaças de morte, precisamos nos empenhar para que nossos jovens possam encontrar a alegria plena. O Documento de Aparecida diz que o ser católico acontece com um grande encontro com Cristo, por isso Ele quer nos animar sempre mais. Diante de situações adversas, percebemos na Cruz o símbolo daquele que deu a vida por nós. Não há amor maior do que dar vida pelo irmão. É o próprio Jesus quem diz isso. Ele quer que façamos da nossa vida uma vida de oração, fraternidade e amor ao próximo. “Coragem, eu venci o mundo”. Transmito estas palavras aos jovens para que possam caminhar como filhos e filhas de Deus. Ao término da reflexão, Dom valdeci agradeceu a todos os padres, aos organizadores do evento e aos jovens por estarem empenhados na busca por um mundo melhor, deixando muitas sementes plantadas.

Em seguida, ouviu-se uma mensagem proferida pelo coordenador paroquial da Pastoral da Juventude, Manoel de Holanda, nestes termos: “A JMJ – Jornada Mundial da Juventude será um evento único em nosso país. Por isso, acolhemos com alegria estes símbolos em nossa Diocese e especialmente em nossa paróquia. O Ícone da mãe de Deus e a Cruz, que nos relembram doação e amor, nos trazem a mensagem de que devemos parar, pensar, olhar nossa realidade e perceber que ser jovem, é levar a vida plena ao mundo inteiro. Mas contemplando esses símbolos, iluminados pela fé em Jesus, somos também questionados de como ser jovem no amanhã. É hora de acordar e perceber que Deus tem muitos planos para todos nós jovens. Perceber que com a Igreja, caminhamos com Cristo e que não estamos sozinhos na luta pela vida plena de dignidade. Não podemos desistir, queremos uma vida cheia de realizações, dos sonhos que hoje depositamos aos pés de Maria e com ela aos pés da cruz, para que dela brote a vida nova em todos nós. Enfim, que esse momento seja, de fato, marcado em nossos corações como o dia que o senhor fez para nós. Que Cristo seja nosso caminho, nossa verdade e nossa vida. Que aprendamos a viver nossa juventude sabiamente e sem desprezar os valores do Evangelho que nos liberta, amém. Assim seja, amém!

Na continuação, deu-se início a Celebração de Acolhida, com o subsequente comentário feito por um membro da Equipe de Liturgia da paróquia: “É com alegria e esperança que acolhemos a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora da JMJ em nossa comunidade. A peregrinação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora querem congregar as Juventudes e prepará-las para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ). A ligação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora à Jornada Mundial da Juventude começou um ano antes da primeira edição desse evento. No dia 31 de março de 1985, Domingo de Ramos, data que a Igreja Católica assinou como Dia Mundial da Juventude, o Papa João Paulo II fez a entrega da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora aos jovens, que desde então, tem sido ocasião de aprofundamento da fé de reconciliação para milhões de jovens em todo o mundo.”

Após o comentário, um membro da Pastoral da Juventude proclamou o texto bíblico: Efésios 2, 13-18 – “Mas agora, no Cristo Jesus, vós que outrora estáveis longe ficastes perto, graças ao sangue de Cristo. De fato, ele é a nossa paz: de dois povos fez um só povo, em sua carne derrubando o muro da inimizade que os separava e abolindo a Lei com seus mandamentos e exigência. Ele quis, assim, dos dois povos formar em si mesmo um só homem novo, estabelecendo a paz e reconciliando os dois com Deus, em um só corpo, mediante a cruz, na qual matou a inimizade. Veio anunciar a paz: paz para vós que estáveis longe e paz para os que estavam perto. É por ele que todos nós, judeus e pagãos, temos acesso ao Pai, num só Espírito”.

Ao término das leituras fez-se um momento de silêncio para a contemplação da Cruz e do Ícone de Nossa Senhora, os quais foram incensados pelo bispo Dom José Valdeci que em breves palavras acrescentou: “Agradeço aos jovens de outras igrejas que também acompanharam a caminhada. Que possamos sentir mais a presença de Deus. É Ele que nos salva, nos ama e nos conduz. Então, nossos agradecimentos a todos por esse momento importante, como Igreja de Brejo, Padres Salvatorianos e Irmãs Salvatorianas”.

Em seguida, passou a palavra ao Provincial Salvatoriano, Pe. Nelson Barbieri, que sintetizou bem o acontecimento, observando: “Botem fé juventude, na vida, nos sonhos, na Cruz e em Jesus, como único Salvador. Que Deus abençoe a todos.”

Terminada a acolhida, deu-se prosseguimento às belíssimas apresentações culturais, com os seguintes destaques:

Dança – RCC
Hino da 1ª JMJ, composto por Gen Rosso – Focolares
Encenação da peça INFLUÊNCIA – Escola Maria Regueira dos Santos
Música - Noites Traiçoeiras solada pelo flautista Arthur Flávio
Grupo de Dança da Secretária Municipal de Cultura
Música “O trem” - Pastoral da Juventude
Dança – Pastoral da Juventude (Grupo da Campanha Extermínio de Jovens)

Após as apresentações deu-se início a Celebração de Envio, momento em que Padre Álvaro agradeceu a todos que contribuíram na realização do evento, tecendo o seguinte comentário: “Que estes símbolos permaneçam em nossas vidas e em nossos corações, que eles possam fortalecer nossa caminhada como verdadeiros discípulos de Cristo.

Antes da bênção final, Dom José Valdeci falou de sua emoção em participar da chegada da Cruz, e concluiu: “Que a Cruz e o Ícone da JMJ fortaleçam os jovens para serem perseverantes, e aqueles que ainda não encontraram os valores da vida, que o encontrem em Jesus Cristo e, como Maria, possam dar o sim e silenciar para que Deus fale em suas vidas.” 

Com o encerramento, ao meio dia, a Cruz e o Ícone de Nossa Senhora foram encaminhados para a cidade de São Bernardo, em uma comitiva composta por vários membros da Pastoral da Juventude de Coelho Neto e pelo Bispo Dom José Valdeci. 

ALBERTINO - COORDENADOR DIOCESANO DA PASTORAL DA JUVENTUDE

NOSSO BISPO ANIMANDO O POVO
"DEIXE-ME SER JOVEM, NÃO ME IMPEÇA DE LUTAR, POIS A VIDA NOS CONVIDA A MISSÃO REALIZAR"

IRMÃO PAULO - HOMEM DE ETERNO ESPÍRITO JOVEM
NOSSO PÁROCO PADRE ÁLVARO - INCANSÁVEL EM SUAS AÇÕES
ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ BARRETO DE ARAÚJO
ESCOLA ESTADUAL MAGNO BACELAR
CENTRO DE ENSINO JOSÉ SARNEY
ESCOLA ESTADUAL JUSTINO BASTOS
ESCOLA ESTADUAL SANTANA
ESCOLA MUNICIPAL BENEDITO DUARTE
ESCOLA PARTICULAR MARIA REGUEIRA DOS SANTOS
ESCOLA MUNICIPAL SANTA ÚRSULA
ESCOLA MUNICIPAL JOSÉ SARNEY
INTEGRANTES DO MOVIMENTO DOS FOCOLARES E RCC
RONALDO OLIVEIRA - ANIMADOR DO EVENTO
MANOEL - COORDENADOR PAROQUIAL DA PASTORAL DA JUVENTUDE DE COELHO NETO
O BOM PASTOR DÁ A VIDA PELAS OVELHAS
(Jo 10,11)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário