ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

domingo, 27 de abril de 2014

PARÓQUIA SANT'ANA REALIZA ASSEMBLEIA PAROQUIAL



Dias 25 e 26 de abril de 2014 aconteceu em nossa paróquia a Assembleia Paroquial de Pastoral, sob a coordenação do nosso pároco Padre Charles Alves. A assembleia contou com a participação da maioria das comunidades. Foram momentos especiais de integração entre as pastorais, movimentos e grupos em geral, juntamente com padres, irmão e irmãs consagradas. O encontro teve início com a Oração de Acolhida conduzida pelo Pároco Padre Charles e Geraldo Tavares.

O objetivo da assembleia foi avaliar tudo o que aconteceu em nossa paróquia no ano de 2013 e planejar para o triênio 2014-2016, a partir das urgências propostas nas Diretrizes Gerais de Ação Evangelizadora no Brasil. O andamento dos trabalhos transcorreu em clima de amizade, fraternidade e oração. A programação incluiu palestras, animações, momentos de orações e trabalhos em grupo.

Após a bênção inicial, e a acolhida de boas-vindas, Padre Charles exibiu o vídeo O Pequeno Príncipe baseado na obra de Saint-Exupéry, no qual o narrador recorda-se do seu primeiro desenho de criança, tentativa frustrada de os adultos entenderem o mundo infantil ou o mundo das pessoas de alma pura. Em seguida, o pároco solicitou da assembleia reflexões acerca do filme, e para arrematar frisou as seguintes frases:

Quando a gente quer não tem frio, não tem sol, não tem chuva...basta ter amor. 
(Padre Charles Alves)
 
Quando você participa você se torna cúmplice da paróquia. 

(Padre Charles Alves)
 
Quando a gente cativa as coisas, as coisas se tornam íntimas. 

(Padre Charles Alves)
 
Esta assembleia quer cativar você para você se tornar mais íntimo da sua paróquia. (Padre Charles Alves)
 
Quando a gente cativa as pessoas, a gente não as deixa na mão.
(Padre Charles Alves)
 
Durante toda nossa assembleia estaremos rezando pela unidade.
(Padre Charles Alves)
 
Toda paróquia tem que ter vocação: temos que preparar para o futuro. 
(Padre Charles Alves)

Posteriormente, Padre Charles frisou sobre o carisma da Família Salvatoriana e os ramos que a compõem: Associação do Divino Salvador (Leigos e Leigas Salvatorianos, solteiros e casados), Sociedade do Divino Salvador (Religiosos Professos, Padres e Irmãos Salvatorianos), Congregação das Irmãs do Divino Salvador (Religiosas Professas – Irmãs Salvatorianas). Em seguida, convidou os missionários salvatorianos – Irmão Paulo (Coelho Neto), Irmã Terezinha Fontana (Duque Bacelar), Valdimar (Coordenador dos Leigos Salvatorianos), Padre José Carlos (Afonso Cunha) para darem testemunho de vida a partir do carisma salvatoriano.  Irmã Eleotéria (Bahia) - Congregação São José de Concórdia, convidada para a Assembleia, contribuiu falando sobre sua caminhada de vida consagrada. A seguir, trechos das falas dos missionários e missionárias, respectivamente:

IRMÃO PAULO:

“Entrei no convento com 21 anos de idade. Durante esse tempo fui transferido apenas quatro vezes. Trabalhei em Brejo, depois Coelho Neto, e estou aqui há dezoito anos completos. Assim que aqui cheguei, fui convidado para fazer uma leitura na Missa, lembro-me como se fosse hoje. A partir daí, conquistei uma nova família, a de Coelho Neto”.

IRMÃ TEREZINHA FONTANA:

Nós, Irmãs de Duque Bacelar, trabalhamos com a promoção vocacional. É importante levar para as pessoas nosso testemunho de vida. Nós temos muitos filhos, porque a comunidade passa a ser nossos filhos. Uma paróquia que não tem vida religiosa enfraquece na vida espiritual. A comunidade é como se fosse um esteio que nos sustenta. Uma vida consagrada é um espelho, porque Deus se faz presente através de nós. É de grande importância a vida consagrada no meio de uma comunidade”.

LEIGO SALVATORIANO VALDIMAR:

“O leigo assume o compromisso de vida consagrada ao Divino Salvador. Procuramos levar um pouco do carisma salvatoriano para que as pessoas se animem na caminhada, e assim a obra de Deus aconteça. Acho que isso é o mais importante. Não só os padres podem evangelizar, nós também podemos nos preparar e levar as pessoas para Deus”.

PADRE JOSÉ CARLOS:

“É importante assumir o compromisso de evangelizar. Esta Assembleia Paroquial é um momento forte de retrospectiva, mas, principalmente, de projeção para o futuro. Avaliar o antigo com perspectiva do novo, sonhar a realidade com aquilo que temos, fazer tudo aquilo imbuído da vontade de Deus”.

IRMÃ ELEOTÉRIA – CONGREGAÇÃO SÃO JOSÉ DA CONCÓRDIA:

“Hoje celebro vinte e cinco anos de vida religiosa. Sinto-me realizada nesta missão. Eu e a Irmã Lucirene, que aqui me acompanha, estamos querendo oportunizar aos jovens temas vocacionais, tendo como proposta nossos vinte e cinco anos de caminhada. Queremos oferecer algo de belo, que é a nossa vocação. Quanto mais a família é equilibrada, mais temos as outras vocações. Minha fé cresceu e se aperfeiçoou foi aqui, na comunidade de Sant’Ana, lugar em que adquiri valores essenciais para uma vida pautada em Deus.

Concluídos os testemunhos, Padre Charles consolidou-os com alguns comentários, entre eles a presença de seminaristas coelhonetenses na província salvatoriana e o encargo de Padre James junto aos vocacionados.

Como preâmbulo à palestra de Ronaldo Oliveira, Padre Charles enfatizou sobre a necessidade de recuperarmos nossas origens para podermos fazer memória e assim saber qual caminho estamos percorrendo. Como pároco, Padre Charles disse que está totalmente inteirado da caminhada da paróquia Sant’Ana, sabe suas necessidades, seus desafios, seus anseios e seus projetos futuros. Por isso, ao receber o encargo de Pároco desta cidade, escolheu como lema paroquial PARA QUE TODOS SEJAM UM.

Na sequência, Ronaldo frisou sobre as cinco urgências - prioridades da Diocese e consequentemente de Coelho Neto, a partir das Diretrizes Gerais de Ação Evangelizadora no Brasil: 1- Igreja em estado permanente de missão; 2- Igreja: casa da iniciação à vida cristã; 3 – Igreja: lugar de animação bíblica da vida e da pastoral; 4 – Igreja: comunidades de comunidades; 5- Igreja a serviço da vida plena para todos.

Após a explanação de Ronaldo, Padre Charles convocou Padre James para noticiar algo de interessante e novo na paróquia, que é a formação destinada aos jovens. Esta formação acontecerá através de filmes de temática cristã, com exibição uma vez por mês. “O filme de hoje, não-ficção, que será exibido na Igreja Matriz, às 20h, vai falar da questão da missão, do ser missionário, retratando a vida dos monges trapiches”, frisou Padre James. Outra novidade na paróquia, segundo o padre, é a criação da Escola Bíblica a partir do mês de maio. “Vamos começar a Escola Bíblica para todas as pastorais, movimentos e grupos. A formação acontecerá uma vez por mês e vai até o final de setembro. Depois disso, acontecerá o intensivão com o Padre Chiu, responsável pela nova edição da Bíblia Pastoral. Ele ficará uma semana aqui na paróquia e trabalhará o Evangelho de Mateus e mais o curso de introdução à Bíblia”, concluiu Padre James.

Em seguida, Padre Charles solicitou a Pastoral da Comunicação – PASCOM (Coordenação Elian Bantim) para exibir os slides com fotos de todos os eventos realizados na paróquia desde o dia de sua posse como pároco.

Padre Charles, dando continuidade ao encontro, disse: “Vamos animar o povo a participar da caminhada da Igreja. Como servo de vocês, após minha posse, busquei e tenho buscado constantemente conhecer o chão em que estou pisando, procuro sempre me inteirar dos fatos das comunidades. Quando assumi esta paróquia, não vim alheio para cá, vim inteirado de toda a realidade que nos cerca. Este documento que tenho em mãos é um relato da caminhada das paróquias que abrange a Região Sul 1 – Coelho Neto, Duque Bacelar e Afonso Cunha. Portanto, meus irmãos, nós, missionários salvatorianos, sabemos muito da história de vocês. Saibam que não pretendo passar por cima de nada. Estou conhecendo e escutando as comunidades. Agradeço o empenho e o apoio de todos. ”. Finalizou Padre Charles.

O almoço aconteceu no Teatro Municipal, local do evento, e cada membro da Assembleia contribuiu apenas com R$ 3,00, sendo a outra parte paga pela paróquia.

O retorno para as atividades, após o almoço, aconteceu às 14h30min. Neste momento, o pároco convidou a todos a escutarem com muita atenção as mensagens dos missionários salvatorianos enviadas exclusivamente para o encontro através de vídeos.

O primeiro vídeo a ser exibido foi o do ex-pároco da Paróquia Sant’Ana – Padre Waldenir Ferreira Pires, hoje atual pároco da Paróquia Santo Antônio – Colônia Rio Grande- São José dos Pinhais – PR. Eis suas palavras:

“Em 1994 saímos de São Paulo rumo ao Maranhão. Assumimos oficialmente a Paróquia Sant’Ana na Páscoa de 1997. Nesta ocasião, fiz a Semana Santa em Duque Bacelar e Padre Álvaro em Coelho Neto. Nosso ponto de missão em Coelho Neto estava destinado a atender as comunidades São Raimundo Nonato, Santa Terezinha, São Sebastião. Capelas essas que antes tinham celebração da Santa Missa uma vez por mês. Depois, fomos trabalhando e constituímos novas comunidades – Mãe do Salvador, São Francisco, Mãe Rainha, São José, São Judas Tadeu, N. Senhora Aparecida, Divino Salvador. N. S. das Graças, N. S. de Fátima, Imaculada Conceição e Santa Luzia. Mais tarde, outra comunidade foi formada - N. S. do Amparo. No local da construção dessa Igreja funcionava antes um ponto de fumantes de drogas. Um grupo de oração reunia-se no local frequentemente e depois de certo tempo, com ajuda dos fiéis, construíram a Capela. Outro ponto forte de evangelização foi a catequese, que antes acontecia nas escolas. Reformamos um grande centro ao lado da casa paroquial, dividimos em várias salas, equipamos com carteiras e a partir de então os encontros passaram a acontecer no Centro de Catequese Divino Salvador, nome dado por nós a esse local de evangelização. Quero finalizar minha mensagem com uma passagem do Evangelho de Mateus 28, 16-20: Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém. Para encerrar este momento, gostaria de abraçar pessoalmente cada um de vocês, mas sintam-se abraçados espiritualmente. Continuem firmes nesta caminhada. Como diz o poeta: “Tudo vale a pena se a alma não é pequena”. Lembrem-se, diante das dificuldades não desistam. Quero aqui agradecer pela ótima iniciativa deste vídeo, é a tecnologia encurtando a distância. Que o Senhor nosso Deus nos abençoe e nos guarde".

Outra mensagem através de vídeo foi enviada para a Assembleia. O portador de belas palavras foi o ex-pároco da Paróquia Sant’Ana e atual Diretor Provincial dos Salvatorianos - Pe. Álvaro Macagnan. Segue-se sua fala:

“Parabéns pela realização da Assembleia Paroquial. É importante trabalhar a caminhada, pois só quem planeja consegue dar passos firmes. A Palavra de Deus deve ser nosso norte, por isso as Diretrizes da Diocese devem estar em consonância com o projeto de Deus. Agradecemos ao Pai pela caminhada salvatoriana que estamos realizando no Maranhão. Um abraço a todos e até mais”!

Quem também enviou sua mensagem foi o Padre Diógenes, que recentemente se despediu da Paróquia Sant’Ana. Com estas palavras ele se dirigiu a todos:

“Desejo a todos vocês um bom trabalho. Que vocês possam realizar uma boa Assembleia Paroquial. Peço também que se empenhem no projeto das Santas Missões Populares, é um apelo que Jesus Cristo faz para cada um de nós. Que os missionários salvatorianos aí presentes possam ajudá-los a crescer cada vez mais no seguimento de Jesus. Um grande abraço e até breve!”

Assembleia transcorreu num clima de alegria de emoção. Foi um encontro permeado de surpresas. Mais dois padres salvatorianos, Padre Jovanês e Padre Antonio Neto, que serviram em nossa paróquia, enviaram suas mensagens de fé e esperança. Desta vez, através de celular. Padre Charles recebeu as ligações, aproximou-as do microfone e as vozes dos padres foram ouvidas por todos.

PADRE JOVANÊS:

“Meu boa tarde a todos que estão nesta Assembleia Paroquial. É com alegria que eu me encontro com vocês. Muitas saudades de todos. Uma parte da minha vida está aí. A Igreja com certeza cresce e se renova na fé, porque vocês são responsáveis pelas suas maravilhas.  A vida de vocês são colocadas a serviço de Deus. Digo isso porque aí já vivi e presenciei o empenho de cada paroquiano. Neste final de semana, celebraremos a Festa da Misericórdia Divina. Que vocês possam estar conectados com esse Deus que se faz presente no meio de nós. Continuem sempre animados na caminhada. Estarei rezando por vocês. Caminhem com Padre Charles. Santa coragem! Continuem firmes! Aproveito e desejo um bom trabalho aí na Paróquia Sant’Ana.

PADRE ANTONIO NETO:

“Cristo ressuscitou, Aleluia! Desejo votos de Feliz Páscoa! Que Deus faça crescer mais nossa fé, nossa amizade. Que Deus possa estar sempre à frente. Um grande abraço. Saudades! Deus abençoe sua missão, Padre Charles!

Após as mensagens, hora dos trabalhos em grupo. Padre Charles dividiu a Assembleia em seis grupos, de mais ou menos nove componentes cada, e assim tiveram início os trabalhos. Cada grupo deveria responder aos questionamentos propostos no Texto-Base de preparação para a Assembleia Paroquial, os quais seguem:

A) Onde estamos?
Como é a nossa realidade cultural, social, econômica e política?

B) Onde precisamos estar?
Qual é a nossa meta a respeito da vivência da Palavra de Deus, da Liturgia e da Caridade?

C) Quais são nossas urgências pastorais?
O que devemos priorizar nos próximos anos (pode ser mais de um item) e por quê: Missão  permanente? Encontro pessoal com Jesus Cristo através da vivência dos sacramentos?  Vivência da Bíblia em casa e na Igreja? Integração das comunidades, pastorais e grupos da Paróquia? Serviço à vida (idosos, gestantes, enfermos, crianças carentes)?

D) O que queremos alcançar?
O objetivo geral das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil é:  "Evangelizar, a partir de Jesus Cristo e na força do Espírito Santo, como Igreja discípula, missionária e profética, alimentada pela Palavra de Deus e pela Eucaristia, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, para que todos tenham vida, rumo ao Reino definitivo"

Observando este objetivo geral, qual é o nosso?

E) Como vamos agir?
Que instrumentos vamos utilizar para cumprir o nosso objetivo geral? Levem em consideração os seguintes aspectos da ação pastoral: comunitário; missionário; catequético; litúrgico; ecumênico; social.

F) O que vamos fazer?
Quais serão nossas ações concretas a longo prazo para realizarmos nossas urgências pastorais? Pensem num programa de atividades através de projetos. Cada projeto deve responder estas perguntas: metas (o quê), passos (como), responsáveis (quem), recursos (com o quê), data (quando) e lugar (onde).

G) A renovação das estruturas
A forma como nosso grupo está estruturado permite que façamos todas essas ações? O que  precisamos mudar?

Padre Charles percorreu todos os grupos esclarecendo os tópicos, sanando possíveis dúvidas. Após finalização dos trabalhos em grupo os secretários nomeados foram à plenária para exposição de suas respostas. Acabada esta parte, Padre Charles cedeu a palavra, colocando-a à disposição dos presentes. Em seguida, foram feitos os encaminhamentos gerais e direcionamentos. O pároco pediu aos conselheiros do CPP a presença na próxima reunião, dia 02 de maio, a fim de que sejam concluídos os trabalhos.

O primeiro dia da Assembleia teve finalização às 18h, com a Oração Final, tendo como Dirigente Padre Charles e Comentarista Ronaldo Oliveira. Nosso pároco agradeceu com veemência a todos os presentes e lamentou profundamente a ausência de algumas comunidades.

O segundo dia da Assembleia teve encerramento dia 26, às 7h, na Igreja Matriz, com a Santa Missa celebrada pelo Padre James Wilson. Na oração inicial o padre agradeceu pela realização da Assembleia e em sua homilia deu ênfase à fé:

A fé não é uma simples palavra da boca para fora, ela é vivida, ela é provada.
(Padre James) 

Ninguém é obrigado a crer em Deus, a fé é espontânea.
(Padre James)

Se os apóstolos não tivessem sido fiéis, hoje não existiria Igreja.
(Padre James)

Todo aquele que crer que Jesus é o filho de Deus ganhará a vida eterna.
(Padre James)

Três pontos fundamentais para tornar a fé sempre viva: vida de oração; fração do pão; ser fiel aos ensinamentos dos apóstolos.
(Padre James)

Assim como temos de nos alimentar - comer, beber - assim também tem que ser nossa vida de oração: diária.
(Padre James)

Você quer negociar com Deus? Esqueça. A fé não é um negócio.
(Padre James)

Tomé muitas vezes é cada um de nós, pessoas incrédulas, só acreditamos naquilo que vemos. Esse é o tipo de discípulo que não tem fé.
(Padre James)

A graça e o milagre são dons gratuitos de Deus.
(Padre James)

Mesmo diante das tribulações devemos dizer: eu acredito em Deus, não preciso ver grandes milagres para acreditar. Isso se chama fé.
 (Padre James)

Paulo fez a comparação da fé com o ouro, que para ser purificado e refinado precisa passar pelo fogo: a fé de cada um de nós tem que ser purificada.
(Padre James)


Edição do Texto: Pastoral da Comunicação – PASCOM.


MENSAGEM DO PADRE WALDENIR
MENSAGEM DO PADRE ÁLVARO




























PADRE JAMES WILSON

Nenhum comentário:

Postar um comentário