ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Pastoral da Comunicação do Maranhão realiza encontro de formação regional


 
A Pastoral da Comunicação do Regional NE 5 da CNBB Maranhão, realizou nos dias 21 a 23 de março, um encontro de Formação que teve como tema: “A importância dos meios de comunicação alternativos, como transformação social”.

Este ano, o encontro aconteceu na Diocese de Imperatriz, e participaram comunicadores de várias dioceses.

No primeiro dia de formação, foi feito um estudo sobre o que é a Pastoral da Comunicação e o porquê da importância da mesma em nossas dioceses, paróquias e comunidades.

Também foi feita uma troca de experiências, onde cada líder da Pascom pôde falar sobre os trabalhos desenvolvidos pela pastoral nas diferentes realidades do regional. Dom Gilberto Pestana Oliveira, bispo de Imperatriz e presidente do Regional NE 5 da CNBB, destacou que “a formação para os comunicadores das dioceses é de fundamental importância para a comunhão das igrejas no regional”. O bispo ressaltou ainda, a importância da troca de experiências das dioceses nos trabalhos desenvolvidos pela Pascom nos diversos meios de comunicação como na internet, TV, e também nas rádios. Tanto no rádio tradicional como na Rádio Web. Dom Gilberto destacou que “há diversas maneiras de fazer com que o evangelho chegue às pessoas, e que o importante, é ele chegar com toda a verdade, com toda a libertação que a palavra de Deus causa em nossas vidas”.

Um dos assessores do encontro este ano, foi o Adalberto Franklin, um dos primeiros articuladores da Pastoral da Comunicação do Maranhão na década de 80, quando foram iniciadas as primeiras tentativas de implantação da PASCOM no então Regional Nordeste 4, que compreendia os estados Piauí e Maranhão. Atualmente é professor, historiador, escritor e autor de vários livros de história regional. A palestra foi bastante participada pelos presentes, que puderam refletir a sua postura enquanto PASCOM em meio a uma infinidade de ideias e informações que todos os dias são apresentadas como “verdades”.

Quem também colaborou com a formação dos comunicadores, foi o Juiz Eleitoral Marlon Reis. O mesmo abriu um debate sobre a urgência da Reforma Política por iniciativa popular, e falou ainda sobre como os meios de comunicação social e alternativos podem estar contribuindo para esse marco na história do Brasil. O Juiz destacou que, “não consegue imaginar outra forma de fazer mudança, se não juntos com as instituições da sociedade como, por exemplo, a Igreja com esse veículo que é a Pascom, através dos meios de comunicação alternativos levando adiante a mensagem da Boa Nova na política, que é tentar fazer com que os comportamentos mudem”. O mesmo ressaltou ainda que, “não basta mudar a legislação, porque muito mais importante que qualquer lei é a formação ética e cristã das pessoas”.

Um dos objetivos da Pascom no Regional é animar e articular a Pascom nas 12 Dioceses, fomentando nas pessoas o desejo pela comunicação. E durante todo o encontro foi lembrado a importância de se ter uma boa comunicação interna entre os agentes da Pascom, para que os trabalhos fiquem mais articulados no regional. O encontro foi uma ocasião para troca de experiências e um momento propício para definição de estratégias.

Por Eanes Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário