ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

ADQUIRA A SUA - VALOR R$ 22,00

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

ADQUIRA SUA CARTELA - R$ 10,00

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E MINISTROS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PADRE JAMES E ACÓLITOS

PAPA FRANCISCO

PAPA FRANCISCO

LEITURA DIÁRIA DA PALAVRA - Clique na imagem

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO

DIRETOR PROVINCIAL SALVATORIANO
Pe. Álvaro Macagnan

terça-feira, 20 de maio de 2014

CLERO DA DIOCESE DE BREJO REÚNE-SE EM COELHO NETO

Nos dias 20 e 21 de maio, o clero da Diocese de Brejo estará reunido na Paróquia Sant'Ana, em Coelho Neto, para um momento de aprofundamento, comunhão e espiritualidade. Este encontro está sendo um marco para nossa paróquia e consequentemente para nossa cidade. Deus seja louvado!

O encontro teve início hoje, dia 20, na Igreja Matriz, com a Santa Missa celebrada pelo Bispo Dom José Valdeci e concelebrada pelo Padre Manoel de Jesus (Barreirinhas), Padre Charles Alves (Coelho Neto), Padre José de Ribamar Xavier (Seminário Maior Mãe do Salvador - São Luís) e Padre Jeovânio Silva Santos (São Benedito do Rio Preto).

Nosso pároco Padre Charles, após a bênção inicial proferida pelo bispo, apresentou todos os padres e os agradeceu pela presença. Agradeceu, da mesma forma, toda a comunidade pela recepção e acolhida dos presbíteros na Paróquia Sant'Ana.

O Santo Evangelho foi proclamado pelo Padre Claudinei (Mata Roma). A homilia foi realizada por Dom José Valdeci, o qual transmitiu a seguinte mensagem:



Caríssimos(as) irmãos e irmãs,

Hoje, somos convidados a refletirmos sobre nossa missão. Como discípulos e discípulas, nos voltamos sempre mais ao encontro de Cristo para a vivência da fé e do amor. Colocamo-nos à inteira disposição de Deus, pois Ele se colocou de maneira plena através de seu filho Jesus Cristo. Os primeiros cristãos tiveram essa convicção para a experiência da fé e do amor. 

A leitura dos Atos dos Apóstolos nos mostra a missão de Paulo, aquele que perseguia os cristãos. Ao encontrar Jesus Cristo torna-se missionário, anunciando a Boa Nova de Nosso Senhor Jesus Cristo. Os primeiros cristãos deram seus testemunhos e neles devemos nos espelhar.

Paulo sente a necessidade de a Igreja se expandir, e assim promove outros ministérios para que se possa dar continuidade à missão. E hoje percebemos como a Igreja de Cristo vai se expandindo. É nessa inspiração que devemos doar nosso coração.  A Diocese de Brejo, realizando as Santas Missões Populares, percebe também a necessidade de inserir mais pessoas na missão de anunciar e testemunhar a Palavra de Deus.

Igreja em Estado Permanente de Missão, uma das prioridades das Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil, nos faz aprofundar no Evangelho para darmos testemunho. Paulo teve esta convicção. As primeiras comunidades foram capazes de enfrentar muitos desafios, mas os superaram por amor à missão e ao Filho de Deus. Esse mesmo Cristo que nos fortalece e nos faz caminhar com firmeza. Somos chamados para a missão. Pelo Batismo, recebemos a força e o Espírito que nos ama e nos faz caminhar muito mais. 

Quais os desafios que estamos enfrentando? Como Igreja no Brasil, e na Diocese de Brejo, somos chamados para a missão e a missão vai se realizando. Cristo nos diz que se vivenciarmos o seu amor guardamos os seus mandamentos, vivenciando esse espírito de fraternidade e comunhão.

A paz completa é a vida em plenitude. Através do nosso testemunho somos convocados experienciá-la. Isto exige que sejamos discípulos e discípulas missionários de Jesus Cristo, o grande Mestre. "Aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração". Como seguidores de Jesus Cristo, trilhamos os mesmos caminhos que Ele trilhou. 

Somos convidados a construirmos a paz, não a paz que o mundo dá, mas a paz que vem de Deus. Nos dias de hoje, ainda percebemos ameaças à vida, este é o grande desafio para todos nós. Fiquemos atentos à Palavra de Deus para que possamos construir a verdadeira paz. Em nosso bairro, em nosso trabalho, em nossa casa, somos convidados a vivermos o Evangelho. 

O Documento de Aparecida nos motiva para sermos Comunidade de Comunidades e servirmos nossa paróquia, para que cada vez mais possamos anunciar a Boa Nova com ações. Os nossos ensinamentos devem ser acompanhados pelas ações.

Eis o convite. Como filhos e filhas de Deus possamos assumir a vontade do Pai que sofreu a paixão, passando pela cruz, e sua ressurreição é sinal de Boa Nova. Que nós sejamos esta Igreja em Estado permanente de Missão para irmos ao encontro daqueles que precisam para que, como povo de Deus, possamos vivenciar a verdadeira paz.

Antes da bênção final, o Padre Jeovânio Silva Santos, de São Benedito do Rio Preto, agradeceu à assembleia presente e enfatizou sobre a ausência de valores nas famílias atuais, como a bênção entre pais e filhos, gesto esse tão importante para o aprimoramento da fé e da paz nos lares de hoje, tão escassos do amor de Deus.

Dom Valdeci agradeceu a presença de todos e procedeu com a bênção final. A Missa encerrou por volta das 19h45min.


P@scom

COMENTARISTA - LUIS BEZERRA
PROCISSÃO DE ENTRADA
PADRE CLAUDINEI COM O EVANGELIÁRIO
MINISTROS DA EUCARISTIA
PADRES DA DIOCESE DE BREJO
Adicionar legenda
PÁROCO PADRE CHARLES APRESENTANDO OS PADRES À ASSEMBLEIA
SALMO RESPONSORIAL - RONALDO OLIVEIRA
PROCLAMAÇÃO DO EVANGELHO PADRE CLAUDINEI
ABRAÇO DA PAZ
ASSEMBLEIA REUNIDA
OFERECIMENTO A NOSSA SENHORA
PADRE JEOVÂNIO - MENSAGEM SOBRE A RECONQUISTA DOS VALORES ÉTICOS E RELIGIOSOS NA FAMÍLIA
DOM VALDECI COM O CORAL SANT'ANA

Entre os dias 08 e 11 de abril, o clero da Diocese de Guaxupé se reuniu na Casa de Encontros Dom Luís, em Brodowski (SP), para a Formação Permanente anual. A atividade, além de gerar confraternização, oração e partilha de vida, objetiva oferecer estudos sobre temas atuais da Igreja. Nessa ocasião, o assunto aprofundado foi o Vaticano II e suas respectivas luzes pastorais. Assessorou o encontro o jesuíta padre Paulo César Barros, professor de teologia na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE) de Belo Horizonte.
Na noite de segunda-feira, os padres José Luiz Gonzaga do Prado e Luiz Lemos partilharam suas experiências sobre o Vaticano II. Disseram das dificuldades e alegrias na recepção do Concílio, da renovação da diocese quando as intuições chegaram.
IMG_6447Padre Paulo César apresentou o contexto histórico e eclesial do Concílio Vaticano II. Também proferiu sobre a época atual, seus desafios para a recepção do espírito conciliar. As palestras trouxeram as principais questões da Igreja, a serem trabalhadas e como o Vaticano II é capaz de intuir-lhes respostas. Sobre o ministério presbiteral, a partir do Decreto Conciliar Presbyterorum Ordinis, o assessor recordou o novo cenário eclesial encontrado pelos padres dos séculos XX e XXI e a necessária face do presbítero neste tempo. De modo panorâmico, fez visualizar os principais documentos do Concílio e o caminho feito pela Igreja depois das grandes decisões do período
- See more at: http://guaxupe.org.br/clero-se-reune-para-formacao-permanente.html#sthash.KY42TVu0.dpuf
Entre os dias 08 e 11 de abril, o clero da Diocese de Guaxupé se reuniu na Casa de Encontros Dom Luís, em Brodowski (SP), para a Formação Permanente anual. A atividade, além de gerar confraternização, oração e partilha de vida, objetiva oferecer estudos sobre temas atuais da Igreja. Nessa ocasião, o assunto aprofundado foi o Vaticano II e suas respectivas luzes pastorais. Assessorou o encontro o jesuíta padre Paulo César Barros, professor de teologia na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE) de Belo Horizonte.
Na noite de segunda-feira, os padres José Luiz Gonzaga do Prado e Luiz Lemos partilharam suas experiências sobre o Vaticano II. Disseram das dificuldades e alegrias na recepção do Concílio, da renovação da diocese quando as intuições chegaram.
IMG_6447Padre Paulo César apresentou o contexto histórico e eclesial do Concílio Vaticano II. Também proferiu sobre a época atual, seus desafios para a recepção do espírito conciliar. As palestras trouxeram as principais questões da Igreja, a serem trabalhadas e como o Vaticano II é capaz de intuir-lhes respostas. Sobre o ministério presbiteral, a partir do Decreto Conciliar Presbyterorum Ordinis, o assessor recordou o novo cenário eclesial encontrado pelos padres dos séculos XX e XXI e a necessária face do presbítero neste tempo. De modo panorâmico, fez visualizar os principais documentos do Concílio e o caminho feito pela Igreja depois das grandes decisões do período
- See more at: http://guaxupe.org.br/clero-se-reune-para-formacao-permanente.html#sthash.KY42TVu0.dpuf
Entre os dias 08 e 11 de abril, o clero da Diocese de Guaxupé se reuniu na Casa de Encontros Dom Luís, em Brodowski (SP), para a Formação Permanente anual. A atividade, além de gerar confraternização, oração e partilha de vida, objetiva oferecer estudos sobre temas atuais da Igreja. Nessa ocasião, o assunto aprofundado foi o Vaticano II e suas respectivas luzes pastorais. Assessorou o encontro o jesuíta padre Paulo César Barros, professor de teologia na Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE) de Belo Horizonte.
Na noite de segunda-feira, os padres José Luiz Gonzaga do Prado e Luiz Lemos partilharam suas experiências sobre o Vaticano II. Disseram das dificuldades e alegrias na recepção do Concílio, da renovação da diocese quando as intuições chegaram.
IMG_6447Padre Paulo César apresentou o contexto histórico e eclesial do Concílio Vaticano II. Também proferiu sobre a época atual, seus desafios para a recepção do espírito conciliar. As palestras trouxeram as principais questões da Igreja, a serem trabalhadas e como o Vaticano II é capaz de intuir-lhes respostas. Sobre o ministério presbiteral, a partir do Decreto Conciliar Presbyterorum Ordinis, o assessor recordou o novo cenário eclesial encontrado pelos padres dos séculos XX e XXI e a necessária face do presbítero neste tempo. De modo panorâmico, fez visualizar os principais documentos do Concílio e o caminho feito pela Igreja depois das grandes decisões do período
- See more at: http://guaxupe.org.br/clero-se-reune-para-formacao-permanente.html#sthash.KY42TVu0.dpuf

Nenhum comentário:

Postar um comentário